Alunos

|

 Aiya, mell meldë mellon! Como vão nesse dia de muito sol e pouca nuvem? Bem? Mal? Ontem eu fui para o apartamento da minha irmão, e foi, tipo, perfeito! Lá tem piscina (que eu não usei por não estar pronta para isso, mas molhei os pés :) No próximo fim de semana eu talvez durma lá, então provavelmente irei usar a piscina) Salão de jogos no qual eu joguei totó e perdi por um ponto, e várias outras coisas legais. A minha irmã é de consideração, no caso, e estuda na minha escola, e várias pessoas da escola também estuda lá. Fomos dar um "oi" para algumas. Foi foda.

 Bom, hoje eu falarei sobre nós, queridos alunos. Alunos... uma coisa que todo mundo é todos os dias. Segundo o site Dicionário Informal, aluno é, pelo terceiro significado, "a pessoa que recebe lições de um mestre". Isso é algo que todo mundo faz todo os dias. Todos os dias você aprende algo novo, seja em um livro (o seu mestre vai ser o autor), na internet (novamente o autor, mas o autor do post ou artigo), em um filme (o mestre é o diretor e roteirista), série (a mesma coisa do filme), ou na própria vida. Alguém pode falar para você, seja desconhecido ou não, alguma coisa nova. Você aprendeu uma lição, e o mestre é quem disse a lição. Mas então, se todos somos alunos, por que todos nos julgam tanto?

 Uma prova atrás da outra, deveres desnecessários um atrás do outro, matérias entendiantes e desnecessárias, assuntos desnecessário. Os alunos de escola/faculdade tem isso no seu dia-a-dia. Os professores exigem tanto deles, e um errinho já nos torna maus alunos, alunos ruins. Quem é que pode julgar um aluno ruim? Parece que qualquer coisa que nos façamos hoje em dia leva o professor a fazer o mesmo discurso de "Na minha época não era assim..." ou o discurso de "Isso é falta de cacete!". 

 Eu não concordo com esses discursos. Primeiro: bater não vai adiantar em nada. Se me baterem, quero fazer a coisa que fiz de novo, e pior. Se um professor me batesse, desculpe, mas eu iria ficar com tanta raiva que iria bater no professor. Ninguém merece mais respeito que ninguém, todos merecem respeitos iguais, então, por que um professor pode me bater e eu não posso bater nele? A solução é nenhum bater em nenhum. Os alunos precisam ter voz, eles precisam e podem e devem dar suas opiniões. Minha professora de FILOSOFIA não concorda com isso. Ela diz que devemos ficar calados. Mas não é assim que se aprende. Aprende com todos passando suas ideias de forma organizada e correta. Aprende com todos cooperando. 

 Claro, nem todos os alunos querem isso. Alguns vão só para conversar, ou só porque são obrigados. Mas, esses, deveriam ter mais respeitos e não conversar durante a aula, pois tem outros que querem aprender. Mas o professores também não fazem nada! Veem o aluno conversando, veem todos os alunos que conversam, e ficam no mimimi de tirar ponto e chamar os pais. Isso não vai funcionar em nada! Tem que tirar que conversa da sala. Se eu fosse professora eu faria isso, e ao longo do ano eles iriam começar a me respeitar e iriam parar de conversar. Porra, professores, se querem uma sala organizada, então falem e façam atos! Não façam só aquelas promessas vazias.

 Enfim, professores e alunos, todos merecem respeitos. Tanto o aluno quanto o professor. Afinal, todos somos alunos e todos somos professores. Todos aprendem e todos ensinam. 

24 comentários:

  1. Oi Karla. Nossa que professora de filosofia é essa? Acho que ela deve fazer uma reciclagem no seu método de aprendizagem, não vivemos mais na época de Skinner para tal pensamento. Hoje o ensino deve ser de troca de conhecimento e não somente de respostas condicionadas. Concordo que professores e alunos mereçam respeitos mutualmente, onde um aprenda com o outro e respeite a posição de cada um.

    Bjim!

    Tammy - Livreando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma louca. O pior é que não é só ela, tipo, quase todos os professores. Pois é, eu também acho. Exato.

      Excluir
  2. Gente mas essa sua professora é doida viu? Eu acredito que seja um trabalho em conjunto, como um ciclo sabe, professores - alunos - professores - alunos... E assim por diante. Na minha sala todos têm liberdade de expressar as suas opiniões, o que gostam ou não, enfim tudo. Eu sempre fui (ainda sou) o tipo de aluna que vai para aula para estudar e aprender, nunca fui do tipo de desafiar os professores, mas já discordei de alumas coisas que os mesmos disseram. A minha professora de Português e Literatura, é muito respeitada por todos, é bem raro alguém ter peito o suficiente para enfrentar ou ir contra com alguma ideia dela, mas ela impõe respeito e isso segue até hoje porque se isso não acontecesse ela não conseguiria comandar e ter controle sobre as suas aulas.
    Adorei o post Kat!! Beijos flor u,u!!
    blogandoseuassunto.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho. O pior é que tem alunos que concordam com ela.

      Exato! A minha também, haha. No caso é a de português e outra de redação. Acho que elas e a de inglês são as únicas que respeitam as opiniões de todos.

      Excluir
  3. Oi! Meu, concordo com você. Todos somos alunos mas sempre tem um idiota que não reconhece isso e se acha no direito de tentar ser superior ao outro. E caramba... sem necessidade, né? Também acho que os professores deviam parar de falar e começar a fazer.

    Um beijo,
    Doce Sabor dos Livros - Aguardo a sua visita!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Karla!
    É verdade; a relação professor/aluno deve ser bilateral, não unilateral. Um bom professor é aquele que entra na sala de aula disposto a aprender com os alunos tanto quanto espera que os alunos aprendam com ele. É o professor que respeita e trata seus estudantes como seu igual, capazes de pensar e dialogar. Eu já estudei com bom professores, aqueles que não precisava mandar ninguém calar a boca: todo mundo já fazia silêncio. Aqueles que ensinavam de uma forma aberta, permitindo o diálogo com aluno/professor. E, é claro, aqueles que, enquanto nos ensinavam, sabiam nos fazer rir refletir...
    Ótimo texto!!! Você tem realmente apenas 12 anos? Porque você pensa e articula como uma adulta!

    Abraços,
    Diego.

    pecasdeoito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, também acho isso. Sim, sim. Adhauhdauhduah, obrigada <3

      Excluir
  5. Eu nunca fui uma boa aluna, eu acho. Eu sempre tirei notas medianas, apenas o suficiente para não repetir o ano, mas nunca fui do tipo ativa em sala de aula. A maioria dos meus professores nem se lembra de mim. Acredito que o termo "aluno" seja subestimado. Esperam bons alunos, mas nos dão professores ruins que não tem o interesse de ensinar. Tudo bem, não somos santos, mas nos deem um pouco de crédito, poxa.

    http://www.laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou uma aluna que, tipo, tira notas medianas (um dia sete, outro nove) e participa muito da sala de aula. Gosto de debater e tal. Pois é! Ninguém consegue ficar 50 minutos calados.

      Excluir
  6. Sou daqueles que defendem a hora de aprender sem falar nada e a hora que é aberto as discussões, mas apenas ficar calado não é a melhor opção.
    Sim, todos somos professores e alunos, ultimamente, você, Srta. Kat, tem sido professora. RsRs
    Ah, na escola eu amava conversar, mas respeitava. Rs'

    http://gabryelfellipeealgo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, eu também.

      Adhaudhaudhauhduahdau, obrigada. Vocês também andam me ensinando muito.

      Excluir
  7. Entendo....
    Mas, sabe, às vezes o que achamos desnecessário se faz necessário com o passar do tempo...
    Bjs, Lu - http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Adorei o post! ♥♥♥ Seu blog é uma gracinha ~

    http://gotasdecaffe.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/HimitsuBlog
    xxx

    ResponderExcluir
  9. Oi, Karla, tudo bem?
    Ainda estou me recuperando do seu post sobre os índios, mas vamos lá...
    Concordo, acho que o respeito deve ser mútuo, né? Eu estudo para ser professora de história um dia e muita gente diz que não devo ser, pois, hoje em dia, os alunos são muito mal educados.
    Eu serei professora e darei direito de opiniões a meus alunos, mas também acho que crianças e adolescentes tem que entender que há um adulto em sala de aula e que essa pessoa tem mais experiência e conhecimento que eles, que, pelo menos, na hora da explicação, eles devem ficar quietos e prestar atenção. Tudo tem um limite. Quantas vezes vemos nos meios de comunicação um aluno batendo em professor? Tu leu a matéria que dizia que um aluno de 17 anos deu cinco tiros em um professor? Tu assistiu aquele vídeo em que dois adolescentes brigam em sala de aula e batem na professora quando ela tenta separar a briga?
    Acho que professor merece respeito sim, pois não é fácil ser professor. A palavra aqui é "empatia". Saber se colocar no lugar do outro. Isso fica mais fácil para os mestres, né? Já que eles já foram alunos um dia.
    Também concordo que professor deva ter bom senso e respeitar aluno. Pois, como diz aquela velha frase, "respeito é bom e todo mundo gosta". Pois, professor é humano como qualquer outra pessoa e erra bastante. Eu mesma tive professores terríveis.
    Suas colocações são muito coesas!
    Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Que legal, tomara que você consiga ser professora de história. Vai querer ensinar a quais séries e que assuntos?

      Sim, sim, concordo. Na hora da explicação todos devem ficar quietos, e em qualquer hora quem quiser falar levanta a mão. Sim, minha professora trouxe isso de debate na sala. Bom, isso foi desnecessário, mas não são todos que irão fazer isso. Óbvio.

      Eu também acho que eles merecem respeito, todos os dois, alunos e professores, merecem respeito. Pois é.

      Obrigada!

      Excluir
  10. Mas credo,se ALGUM DIA,algum professo batesse em mim eu rodava a Baiana,fazia um barraco,que que é isso?Professor nao tem direito nenhum de agredir aluno,e vice versa!!!
    Muito bom o post.
    Lá na minha escola é tudo um caos,é gente pra fora da sala toda hora ahuaheuaehua,chega até ser engraçado!!
    bjss
    http://sonhofuturista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adadaudhaudhuahduahduahduahudad, eu também. Na minha também.

      Obrigada!

      Excluir
  11. Nossa! Que professor é esse? Se algum relasse em mim ia levar do meu namorado.
    Adorei o post! Sorte que eu parei de estudar.
    The Insane Girl
    fique atenta que iremos mudar de URL, entenda o porque na minha nova postagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adhaudhaudhaudhauhduhduahduada, louca, né?

      Obrigada! Talvez seja uma sorte ou talvez não... A Escola tem suas qualidades.

      Excluir
  12. Sua professora de Filosofia falou que tem que ficar calados ? masoq não vivemos mais na ditatura onde ficamos calados e não opinamos em nada, está certo que a grande maioria dos alunos de hoje em dia só querem conversar e ainda não acordaram que sem estudo eles não são nada. Na minha escola a minha professora de fisíca, eu nunca entendo a matéria dela e ela joga a culpa em cima de mim, ''a você devia ter aprendido isso lá na 6° série'' Então se eu não sei a matéria é porque eu fui mal aluna e não prestei atenção as aulas ? Meu professor de matemática do ano passado nem quase dava aula ficava Jogando paciência do not dele, perdemos muita matéria por isso, mas só eu sozinha na sala percebia isso, como eu sozinha podia fazer algo ?, agora eu sou culpada por não ter professores capacitados para dar aulas ? Além do mais minha professora de fisica nem tem diploma de fisica ela da aula de matemática, mas como não tem professor de fisica, ela da aula 0-0 Eu mesma era péssima em História ano passado (9° ano ) esse ano o professor é diferente (meu professor de história é gay, e é um ótimo professor ) todos respeitam ele, e ele sabe explicar a matéria sem nem olhar no livro. Então se eu não entendo uma questão, é por que sou burra ou irresponsável e devia ter aprendido isso á anos átras ? masoq mesmo se tivesse aprendido, eu lembraria ? 0-0 NÃOOO desculpe eu acabei desabafando ;-; tem que haver respeito entre ambas as partes. Em caso de bater, isso nunca aconteceu aqui, nem de aluno bater em professor, nem professor bater em aluno. Aqui o que falta mesmo, são professores capacitados, e não sei se ai é assim, mas aqui tem o Ciclo onde o governo como forma de não gastar muito com os alunos, passam eles, eles não tem boletim (nota ) até o 9° ano e mesmo tirando 0 na prova ele passa, ai chega lá no 1° ano reprovam tudo. No caso da fisíca em entendo mais vendo video-aula no youtube do que 1 mês de aula com a minha professora, não entra, ela explica meia boca, passa um monte de questão, vista, e se eu não entendi e porque não prestei atenção -.-'

    bjs, não sou muito boa em debates e dar minha opinião rsrs

    || i-nfinitestars.blogspot.com ||

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Praticamente isso. Pois é cara! Exato.

      Adahduahudhaudhaudhuahduahduahudah, tudo bem, o que importa é a sua opinião.

      Excluir

Iddelat, anni athfiezar! Seja bem vindo ao blog! Comente o que quiser, bem... comente o que quiser respeitando essas regrinhas:

1°.: Pode xingar a vontade! Eu não me importo nem um pouco com xingamentos. Porém, que tenha respeito. Leia essa postagem para entender melhor essa regra.

2°.: Anônimos são totalmente permitidos. Mas, ao menos, coloque o seu nome. E qualquer comentário que qualquer pessoa postar (seja maldoso, bom, qualquer coisa) aparecerá no blog.

3°.: Deixe o link do seu blog no final do comentário para que eu possa retribuir a visita. Não irei retribuir quem não deixa o link! Porém, não comente coisas do tipo "Amei a postagem" e coloca o link do seu blog. Isso não é fazer um comentário sobre a postagem, é comentar qualquer coisa e esperar que eu visite você de volta.

4°.: "Segui, segue de volta?" Nunca comente algo assim. Seguirei o seu blog se eu gostar dele, e pronto!

5°.: "Posso me afiliar?" Também não escreva isso, a menos que tenha escrito sobre a postagem. E depende se eu gostar do blog ou não.

Bem, amigos, é isso. Sigam essas regrinhas e sejam bem vindos! Lembrando que, qualquer comentário, opinião, negativa ou positiva, eu quero saber, tá? Aproveitem e se divirtam!

Página Anterior Próxima Página Home