Civitatem Larvae

|

 Iddelat, anni athfiezar! Como vão, Lobos Gigantes? Bem? Mal? Amanhã não terei aula, dia do professor. O que é fantástico! Mas meu irmão terá. Digam-me, vocês também terão? Ah, uma coisa: desculpem por não estar visitando seus blogs, tentarei visitar todos.

 Hoje eu trago um conto feito por mim! Tá meio merda, não sou boa em escrever. De qualquer forma, eu espero que vocês gostem. Digam se gostaram ou não! Até mais.

 O dia estava calmo, pacífico, como era de costume. A plataforma do trem estava vazia, a pequena cidade  nunca foi muito cheia. Sempre pequena e pacífica. Ramsay não gostava disso. Ele sempre gostava de pessoas, quanto mais melhor.

 Ramsay subiu no maldito trem, que sempre estava vazio. Bem... Não hoje. Havia um garoto, sozinho, de aproximadamente dez anos. "Ou pode ter quatorze... Treze, ou até quinze. Nunca fui bom em deduzir idades de qualquer forma." - Ramsay pensou - "O garoto parece muito sozinho, e com bastante fome. E está sujo também" - Sorrindo, Ramsay teve uma ideia - "Eu estou muito adiantado. Posso ligar para o trabalho e dizer que vou me atrasar. Tenho que cuidar desse garoto." Mas antes de alguma coisa,  o maquinista comunicou que o trem iria se atrasar uma hora, e falou mais um monte de coisas técnicas que Ramsay estava pouco se fodendo para isso. Ele reparou novamente no garoto...

 O garoto usava roupas esfarrapadas e estava bastante magro. Ramsay sentou-se ao seu lado, e, com educação e gentileza, perguntou:

 - Olá, garoto. Como está?

 O garoto olhou para Ramsay, e, como se tivesse se certificando que Ramsay estava falando com ele, olhou para os dois lados. Quando viu que não tinha ninguém no trem além dos dois, falou:

 - Bem, senhor.

 Ramsay riu e perguntou:

 - Qual é o seu nome?

 - Theon, senhor.

 - Eu não sou senhor algum, rapaz. Sou novo, tenho vinte anos. Onde estão os seus pais?

 Theon parecia hesitante em perguntar... Mas quanto Ramsay deu vinte dólares para ele, o garoto não hesitou em falar:

 - Minha família foi morta ontem a noite. Eu tive que fugir. Bem, não era exatamente minha família, era a família adotiva. 

 Interessado, Ramsay continuou a perguntar e conhecer melhor o garoto. Ele descobriu que Theon foi abandonado quanto criança, que tem doze anos, que não gostava da família adotiva e que sempre era maltratado. Ramsay, decidido, perguntou:

 - Eu posso ficar com você algum tempo... Quer comer lá em casa? É bem perto daqui.

 O garoto, quase não acreditando, abraçou Ramsay e gritou que sim. Ambos foram para a casa de Ramsay. Entrando lá, Theon reparou:

 - Desculpe dizer... Mas sua casa fede.

 Rindo, Ramsay disse:

 - Eu moro sozinho, Theon. Eu preciso lavar os pratos ou roupas? Lógico que não. A casa fede? Claro. Incomodado? Limpe então!

 Theon riu e balançou a cabeça. Ramsay o levou até a sala e o avisou para ficar sentando lá, que em hipótese nenhuma saia desse canto. Theon perguntou o porquê e Ramsay simplesmente disse: "A coisas piores do que sujeira nessa casa". O que era uma mentira, Ramsay não queria ninguém mexendo em suas coisas. Depois de seis minutos, Ramsay trouxe ovos e leite para o garoto.

 - Coma e não reclame. 

 Rindo, o garoto começou a comer. "Ele me acha muito engraçado" - Reparou Ramsay - "Pobre garoto estúpido. Não é atoa que sofria tanto". 

 - Pegarei um guardanapo para você na cozinha - avisou Ramsay, e vendo a cara do garoto, falou - Sim, tenho guardanapos. O fato da minha casa ser suja não significa que eu não tenha coisas higiênicas. 

 O garoto concordou com a cabeça e começou a comer... Quando Ramsay voltou, o garoto percebeu que algo estava muito errado. Sem ter tempo algum para se mover, gritar ou reclamar, Ramsay o calou com fita adesiva e o derrubou. Com sua grande faca de cortar carne, Ramsay o perfurou na barriga e disse: 

 - Eu menti. A casa não fede por minha bagunça, fede por meu estoque. E você virará uma nova peça dele. 

 Puxando o garoto pelos cabelos, Ramsay o leva até o "Quarto da Carne", como ele próprio o chama. Dentro do quarto há vários corpos humanos, esquartejados ou completos. Rindo, Ramsay disse:

 - Eu não gosto da pele. Ela é nojenta. Sempre os esfolo antes de comer. - Ramsay sorriu, como sorriu ao encontrar o garoto - Eu não gosto de magros, confesso. Mas ultimamente é a única opção dessa maldita cidade. Eu não preciso me explicar para você, preciso? - E dando um tapa extremamente forte na cara do garoto, disse - Vamos ao jogos!

 O garoto gritou... Mas não tinha ninguém para ouvir. Não era atoa que o nome da cidade era Civitatem Larvae, a Cidade dos Fantasmas.

28 comentários:

  1. Também não tenho aula amanhã, uhul ~
    CARA, QUE COISA LEGAL! Eu amei esse conto, é engraçado, assustador e bizarro ao mesmo tempo. Eu achei que o Ramsay fosse bonzinho :c
    www.dai-sies.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toca aqui o/

      Essa foi a minha intenção... Adhaudhaudhaudhauhduahduahduahduahudhauda. Obrigada ♥

      Excluir
  2. Eu não tenho aula a semana toda por um "recesso" que as escolas estaduais entraram <33
    Ai Karla, que conto tenso, tipo teeeeenso mesmo, meu Deus G_G
    No começo eu jurava que esse Theo que ia matar o Ramsay e achei que ele que havia matado a família, não ao contrário, mas de qualquer forma ficou bem explicado e misterioso, então gostei!
    Beijoos ♡ || Caramelos Encantados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem tô com inveja, magina... :v

      Hehe, obrigada ♥ Boa ideia, mas talvez ficasse meio óbvio, não é? Eu queria que o Ramsay fosse o "vilão", que viu GOT vai entender o porquê...

      Excluir
  3. adorei a historia!

    xxx, Blog Gotas de Café
    http://gotasdecaffe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Karla! O conto ficou muito bom, já pensou em extender ele, como se fosse uma história e cada semana tu fosse postando um pedaço?

    www.sobrelentes.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada ♥ Não, nunca pensei, mas é uma boa ideia. Talvez eu faça isso, mas com outro conto.

      Excluir
  5. Também não tenho aula amanhã e nem quinta,mas quinta é por causa da gincana ai vai ser só ensaio e tal! Já pensou em ser escritora??? Ficou bem legal, só que eu pensava que ia ser uma história bonitinha e tals mas o Ramsay era canibal .<
    http://retrair-se.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, de qualquer forma você não vai ter aula, hehe. Já pensei, mas desisti rapidamente, minha criatividade é pequena. Adahdaudhaudhaudhuahduahdahudahdauhda, desculpe por isso.

      Excluir
  6. Eu tinha feito um comentário muito bacana, mas aí, eu sem querer fecho a aba ¬¬' euehe De qualquer forma...
    Adorei a escrita, que tal trazer mais para o blog? Eu adoraria ver a sua escrita, que é muito boa, em prática aqui no blog.
    Eu já ia reclamar que o Theon, não deveria ter aceitado tão rápido a ir na casa do Ramsay, por que ele poderia ser algo ruim, ou pior. E então, ele é um canibal euheuhueh :v Surprise Motherfucker :v
    Pense em trazer mais histórias como essa, ok? Amo esse tipo de história. Beijos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pqp, ahdauhdaduhaduhauda. Odeio quando isso acontece, me dá vontade de não comentar mais.

      Obrigada ♥ Claro, tentarei trazer muitos para o blog. Talvez um conto por semana, seria um ótimo projeto. Adhaduahduahduahduahduahduahudhuhauda. Bem, verdade, Theon não deveria ter ido tão rápido, mas eu já estava com preguiça de aumentar o conto mesmo, hehe.

      Eu também adoro histórias assim! Tentarei, prometo ♥

      Excluir
  7. eu não tive aula ontem nem hoje, e também não terei amanhã, nem sei porque, mas de recesso não se reclama.
    Mas gente, que conto macabro O.o eu aqui achando que sei lá, o menino ia achar alguma estranha na casa e pá, mas nunca imaginei isso. Gostei da sua história, você podia trazer mais contos para o blog.

    e antes que eu me esqueça, te indiquei em uma tag no meu blog.

    kissus, winterofme.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ADahdaudhaudhaudhauhduhaudhada, verdade.

      Adahduhaduahduahduaudauhduahduahuda, obrigada ♥ Era essa a intenção! Tentarei trazer.

      Obrigada ♥ Eu ainda não vi o meu feed, mas quando eu ver, passarei lá no seu blog :)

      Excluir
  8. Hello, eu estou bem e você?
    Bom, já terminei meus estudos, então tô sem aula, auehauhe.
    Caraca, que conto legal e louco, aeuhaeu, eu aqui, inocente, achando que o cara era gente boa, mas olha só, me enganei feio viu.
    Beijos.
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem também, obrigada.

      Já? :o

      Obrigada ♥ Adhaudhaudhaudhuahduahudahudhahduahduahdhau.

      Excluir
  9. Yoo Karla o/
    Nem sempre conseguimos visitar todos os blogs que seguimos, é assim mesmo, e aqui o feriado foi adiantado pra segunda e emendou com o fim de semana \o/
    Quando eu li o nome Ramsay já imaginei que não era peça boa, hehehe. Ficou bom o conto, de verdade. Seria legal ler mais contos seus aqui no blog, eu iria gostar. Poderia ser até mesmo uma continuação ou histórias de outras vítimas do Ramsay. Enfim, tô só palpitando, hahaha. Kissus <3

    horadochoco.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... Inveja, apenas. Adhaduhaduhaudhuhadauda.

      Adhaudhaudhaudhuadhuahduahduhaudhauda, Ramsay não é gente boa, nunca será, qualquer Ramsay. Verdade... Pensarei nisso. Obrigada ♥

      Excluir
  10. Oi! O conto ficou ótimo, seria muito legal se você escrevesse uma continuação. Achei que o Ramsay fosse bom rs. Beijos.

    diamondfearless.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Tadinho do garoto, porque você fez isso com ele? çljklhkjkgg, eu gostei muito do conto, você escreve muito bem *-*

    Abraços, 8avo Andar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adhaudahudhaduahduhdau, porque ele é Theon Greyjoy! Adhaudhaduha :v Obrigada ♥

      Excluir
  12. Amei o conto, você deve fazer uma continuação!!
    Kiss^^
    Visite e Siga||♥ Trick or Treating ♥

    ResponderExcluir
  13. Eu gostei muito do conto, escreve bem sim >3<.
    Como disse a Marilia, você poderia o extender. Ou até fazer uma espécie de livro, ficaria bom.
    Um beijooooo.

    ResponderExcluir
  14. Hey, Karla! Também não tive aula segunda-feira :v
    "O fato da minha casa ser suja não significa que eu não tenha coisas higiênicas." Vejo mentiras. Muitas mentiras. Mentiras everywhere. Enfim, o conto ficou fantástico! O final foi totalmente inesperado. Agora dá pra ver o porquê de Ramsay gostar tanto de pessoas. No princípio parecia aquele tipo de conto que passa uma reflexão sobre igualdade, mas não é. Adoro contos surpreendentes. E, se quer saber, o conto daria um livro e tanto.
    Beijos e tudo de bom sempre! || Unlocked Land ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adhaduhaudhaudhaudhaaduahduhaduhaudhaudhaudhaudhaudhauhduahduahduaduhahdauda. Obrigada ♥ Heheh, desculpe enganar.

      The Lord of Thrones

      Excluir

Iddelat, anni athfiezar! Seja bem vindo ao blog! Comente o que quiser, bem... comente o que quiser respeitando essas regrinhas:

1°.: Pode xingar a vontade! Eu não me importo nem um pouco com xingamentos. Porém, que tenha respeito. Leia essa postagem para entender melhor essa regra.

2°.: Anônimos são totalmente permitidos. Mas, ao menos, coloque o seu nome. E qualquer comentário que qualquer pessoa postar (seja maldoso, bom, qualquer coisa) aparecerá no blog.

3°.: Deixe o link do seu blog no final do comentário para que eu possa retribuir a visita. Não irei retribuir quem não deixa o link! Porém, não comente coisas do tipo "Amei a postagem" e coloca o link do seu blog. Isso não é fazer um comentário sobre a postagem, é comentar qualquer coisa e esperar que eu visite você de volta.

4°.: "Segui, segue de volta?" Nunca comente algo assim. Seguirei o seu blog se eu gostar dele, e pronto!

5°.: "Posso me afiliar?" Também não escreva isso, a menos que tenha escrito sobre a postagem. E depende se eu gostar do blog ou não.

Bem, amigos, é isso. Sigam essas regrinhas e sejam bem vindos! Lembrando que, qualquer comentário, opinião, negativa ou positiva, eu quero saber, tá? Aproveitem e se divirtam!

Página Anterior Próxima Página Home