Resenha: Sussurro [Livro 1 - Hush, Hush]

|

Se apaixonar nunca foi tão fácil… ou tão mortal. Para Nora Grey, romance não era parte do plano. Ela nunca se sentiu particularmente atraída por nenhum garoto de sua escola, não importa o quanto sua melhor amiga Vee os empurre para ela. Não até a chegada de Patch. Com seu sorriso tranquilo e olhos que parecem enxergar dentro dela, Nora é atraída por ele contra seu bom senso. Mas após uma série de acontecimentos aterrorizantes, Nora não sabe em quem confiar. Patch parece estar onde quer que ela esteja, e saber mais dela do que seus amigos mais íntimos. Ela não consegue decidir entre cair nos braços dele ou correr e se esconder. E quando tenta encontrar algumas respostas, ela se acha próxima de uma verdade que é bem mais perturbadora do que qualquer coisa que Patch a faça sentir. Pois Nora está bem no meio de uma antiga batalha entre os imortais e aqueles que caíram – e, quando se trata de escolher lados, a escolha errada poderá custar sua vida.

 O livro conta a história de Nora Grey, uma garota normal de dezesseis anos, moradora de Coldwater. Em uma aula de biologia que tinha de tudo para ser chata, acontece uma revira-volta na vida de Nora: Patch. Passando a serem parceiros na aula de biologia, Patch e Nora desenvolvem uma química (bastante previsível, já que é um romance), durante o livro. 

 O livro não tem nada de extraordinário, só umas cenas de ação. Contendo bastante humor, partes por Vee Sky, uma das melhores do trama, e outros por causa do próprio relacionamento de Patch e Nora. 

 Durante um período, acontece várias coisas "perturbadoras" com Nora, enquanto ela lida com um perigo e uma curiosidade enorme em sua vida: "Quem é Patch? O que ele quer comigo?". Ela sabe que não ficará feliz com a resposta, mas na vida há muitas revira-voltas. Quem sabe não aconteça outra?

O livro começa com um prólogo bem interessante. De início você não entende nada dele, mas ao desenvolver da história, vai criando hipóteses. Diferente da história, o prólogo não tem nada de romance. É uma ação. A história é simples. Não há muito o que se esperar dela.

 Esse é o livro de estréia de Becca Fitzpratick. A narrativa dela é simples, não muito detalhativa. Para mim, os fatos correram muito rápido, sendo que, de história, o livro tem 259 páginas. 

 Eu peguei ele para ler pensando que não seria mais um romance, já que contém anjos caídos, nefilins e todo esse universo, que eu, pessoalmente, considero muito interessante. Porém, ele não provou o contrário. 

 Sendo comparado a Crepúsculo em muito aspectos, o livro não tem nada de intenso. É uma boa história, mas é só outro Y.A (Young Adult - Jovem Adulto). Tem toda aquela inferioridade entre Patch e Nora (personagem principal da história). Creio que a história não foi feita com algum sentido obscuro, só foi feita para relaxar.

Várias coisas você só descobre no final, e gostei disso. Gosto desse tipo de mistério. E outras coisas você descobre ao longo dos outros livros da série (a série tem quatro livros). Sim, eu li a série inteira. Ela não é ruim, mas não se tem muito do que esperar dela.

 Acho que não posso exigir muito desse livro, já que ele é um romance. Mas eu esperava mais dele. Acho que a autora tinha uma ótima história nas mãos, e poderia explorar mais ela. O livro foca na vida de Nora, sendo contado em primeira pessoa. No primeiro e segundo livros da série isso não é tão interessante, mas no terceiro e quarto fica muito bom. E acho que sei porque a autora fez isso: Patch esconde muito segredos, se o livro estivesse em terceira pessoa, não teria como esconder os segredos de Patch, o que é mais ou menos o drama do livro. 

 Então, ele pode ser considerado um bom livro - se você não for esperar muito dele. Acho que quem não é adolescente tem que vestir a sua capa de adolescente, e quem é, só precisa se deliciar com a escrita. Em certos aspectos é um livro interessante, em outros, não. 

 Ao longo do livro você tem várias ideias sobre Nora. Há momentos em que acha ela decidida e forte, outros que acha ela fraca, medrosa, e outros em que acha que ela é estúpida. Mas é bom acompanhar o processo de amadurecimento de Nora.

 Patch é interessante... ele é muito superior. Fisicamente e emocionalmente. Você até tem raiva dele um pouco, aquele jeito todo play-boy dele. Ele se prova totalmente diferente no fim do que no começo. Ao menos, em atitude a Nora. 

 Então é isso. É um livro bom, não tem muito o que se falar. Você pode lê-lo rangendo um pouco, talvez pela estupidez de Nora, talvez pelo jeito de ser superior de Patch. Espero que tenham gostado, e desculpem qualquer coisa, minha primeira resenha.
"Eu sentia uma atração por Patch que nunca havia sentido por ninguém. Havia um magnetismo sombrio entre nós. Perto dele, eu me sentia seduzida pelo perigo. A qualquer momento, parecia que ele poderia me fazer passar dos limites."

8 comentários:

  1. Primeiramente quero agradecer a presença e comentários lá no blog. Obrigada pela atenção!!!
    Sobre a resenha gostei de saber sua opinião sobre esse livro. O li ano passado e pretendo ler o resto da série no segundo semestre desse ano. Pelo que leio a base do enredo desse série e da série Fallen é bem semelhante =\ estou terminando Fallen, falto só o ultimo e gostei mas concordo que poderia ser melhor. Vamos ver o que sentirei ao terminar Hush Hush.

    Beijos e sucesso ao blog!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! É, nunca li Fallen, mas dizem que é nesse estilo mesmo... ansiosa para ver o que você acha sobre a série.

      Excluir
  2. Oi Karla, obrigada pela visita!!! ^^

    Eu gostei da série hush hush, não sei se porque eu era muito bobinha quando à li ou se porque realmente me pareceu boa. Por causa de la li a série beijada por um anjo que também gostei muito e a série Fallen que se mostrou muito ruim para mim.

    http://amolivrosdeverdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu só li Hush, Hush, mas disseram que Fallen é tipo Hush, Hush com Crepúsculo. Nossa. Parece ruim. Obrigada!

      Excluir
  3. Olá, Karla.
    Quando eu li esse livro todos falavam absurdamente bem dele, mas eu acabei me decepcionando também. Achei a história mediana e, assim como você, fiquei com o sentimento de que a autora poderia ter feito mais. Gostei da resenha!
    Beijos.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato! E ainda falam muito bem dele. Obrigada.

      Excluir
  4. Eu não me decepcionei com a série, gostei bastante. É fácil de ler e prende a atenção, eu simplesmente não consegui parar de ler!!

    Beijinhos
    www.serleitora.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos tem opiniões diferentes... fico feliz por isso! Obrigada. Mas tenho que confessar: não dá para parar de ler. A escrita é ótima.

      Excluir

Iddelat, anni athfiezar! Seja bem vindo ao blog! Comente o que quiser, bem... comente o que quiser respeitando essas regrinhas:

1°.: Pode xingar a vontade! Eu não me importo nem um pouco com xingamentos. Porém, que tenha respeito. Leia essa postagem para entender melhor essa regra.

2°.: Anônimos são totalmente permitidos. Mas, ao menos, coloque o seu nome. E qualquer comentário que qualquer pessoa postar (seja maldoso, bom, qualquer coisa) aparecerá no blog.

3°.: Deixe o link do seu blog no final do comentário para que eu possa retribuir a visita. Não irei retribuir quem não deixa o link! Porém, não comente coisas do tipo "Amei a postagem" e coloca o link do seu blog. Isso não é fazer um comentário sobre a postagem, é comentar qualquer coisa e esperar que eu visite você de volta.

4°.: "Segui, segue de volta?" Nunca comente algo assim. Seguirei o seu blog se eu gostar dele, e pronto!

5°.: "Posso me afiliar?" Também não escreva isso, a menos que tenha escrito sobre a postagem. E depende se eu gostar do blog ou não.

Bem, amigos, é isso. Sigam essas regrinhas e sejam bem vindos! Lembrando que, qualquer comentário, opinião, negativa ou positiva, eu quero saber, tá? Aproveitem e se divirtam!

Página Anterior Próxima Página Home